O que é intermodulação por Marcelo Gratão

Gremlins e Interferencias

Este assunto é o que os gringos chamam de BUZZ WORD aquela palavra que usamos quando queremos impressionar numa conversa, mas este assunto ainda é mal compreendido e gera muitas dúvidas

A grosso modo a intermodulação é o resultado da interação de dois ou mais sinais de RF, a proximidade ou distanciamento dos transmissores pode intensificar ou amenizar estas interações.
Resumindo o cenário , as dores de cabeça podem ser maiores ou menores.

Bem como a coisa e meio esquisita nada melhor que um exemplo, Intermodulação é igual aos Gremlins ( Se você ficou voando CLIQUE AQUI ) , se multiplica facilmente e se não tiver cuidado pode virar um pesadelo.
Se você e do time que acha que não precisa de coordenação de frequências e/ou cada sistema de microfone e ou IEM pode ficar em qualquer grupo ou canal leia com atenção esse texto.
Facilmente nos eventos e shows vemos situações como as figuras abaixo:

Tudo organizado e pronto pra uso … MAS
Figura A Muitos microfones arrumados numa mesma mesa ou tampa de case

Figura B Momento do Show em que vários artistas cantam juntos com sem fios – ( Obrigado TAKE 6 pela foto )


As duas situações acima são um prato cheio para a intermodulação, vamos entender agora como o fenômeno acontece matematicamente

Veja as figuras abaixo

Na figura (FIG 1) veremos um exemplo de intermodulação entre dois sinais.

Estas são intermodulação de 3ª ordem e podem ser calculadas facilmente com poucos trnasmissores no nosso exemplo vamos usar somente 02 microfones

Intermodulação a esquerda (605,000 + 605,000) – 610,000 = 600,000MHz

Intermodulação a direita (610,000 + 610,000) – 605,000 = 615,000MHz

Porem esta conta começa a ficar um pouco complexa quando temos uma quantidade maior de transmissores, caso tivéssemos mais um transmissor teríamos mais quatro sinais resultantes de intermodulação. Imaginem com 12 transmissores!

Nas imagens da (FIG 2) veremos exemplos de sinais resultantes de intermodulação relacionados as distancias dos transmissores.

Na primeira imagem os dois transmissores estão ligados lado a lado a 15 centímetros de distância e na segunda imagem eles estão separados a um metro e meio de distância.
( Quanto mais próximos os transmissores maior a amplitude do resultado da intermodulação ) – Veja se essa observação esta correta )

Estes exemplos são apenas uma representação gráfica para a compreensão do fenômeno.

Verificamos na (FIG 2a) onde os dois transmissores estão bem próximos apareceram mais dois sinais de intermodulação, estes são sinais de 5ª ordem porem não nos trazem maiores problemas.

DICA

Hoje as grandes marcas do mercado possuem softwares que ajudam na coordenação de frequencias básicas entre seus sistemas e demais transmissores usados durante o show, grande parte destes fabricantes já calcula as intermodulações geradas pelos transmissores da mesma marca criando conjuntos de frequências pré-definidas ( Bancos ), onde nenhuma das frequências destinadas ao transmissor será coincidente com os sinais gerados por intermodulação. Portanto os engenheiros já fizeram para você 50% do trabalho calculados grupos de frequências compatíveis dentro da mesma MARCA e MODELO. Por isso a insistência dos fabricantes para sempre mantermos os nossos receptores no mesmo GRUPO de frequências.
Infelizmente se o seu sistema é uma salada de marcas e modelos. Recomento o uso de um bom programa de coordenação de frequência como Workbench da Shure ou WSM da Sennheiser ambos fornecidos gratuitamente. Existem outras opções pagas uma breve pesquisa lhe mostrará o caminhos das pedras.
Espero ter ajudado a se livrarem do GREMLINS do RF , e aguardem o meu próximo artigo.
Sugestões de temas são bem vindas , postem elas nos comentários deste texto.

Marcelo Gratão – Eng° de RF e proprietário da MGA Proaudio

Artigos Relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translation »